Seis jogos agitaram mais uma rodada da Copa Integração na Categoria Principal

Na quarta feira 26 de julho, 12 equipes entraram em quadra pela primeira fase da Copa Integração de Futsal, partidas realizadas na Arena Santos e Rebouças.

ARENA SANTOS

VILA SANTISTA F.C.  9  X  1  E.C. VAHIA DE ABREU

 

O Vila Santista em noite inspirada, conseguiu um grande placar frente a tradicional equipe da Vahia de Abreu, pelo placar de 9 a 1, assim ficando em primeiro lugar no Grupo ”C” ao lado do São Paulo F.C. com os mesmos 7 pontos, os critérios de desempate colocam o Vila na liderança. A partida começou com boas chances para as equipes, após chances desperdiçadas pelas equipes, em uma falta próxima a meta do goleiro Anão, Edmilson bateu forte e abriu o placar pra equipe do Vila, 1 a 0. Aos 5’00 minutos em jogada individual, Douglinhas bateu no canto do goleiro Mão empatando a partida, 1 a 1. Com o empate da Vahia, a equipe ficou equilibrada, até os 12 minutos, em contra ataque iniciado pelo goleiro Mão e concluído pelo camisa 16 Flávio com um belo chute cruzado, 2 a 1. O Vila passou a dominar a partida, em mais uma falta em frente a área,o capitão Biro ampliou a vantagem com um chute forte, surpreendendo o goleiro, 3 a 1. No final da primeira etapa, com um tiro livre a seu favor, o Vila voltou a marcar, Biro mais uma vez, 4 a 1.  A segunda etapa seguiu com muitos gols, aos 7’00 minutos Pitoco aumentou a vantagem, 5 a 1. Em noite inspirada, Biro voltou a marcar, deixando o seu terceiro gol na partida, 6 a 1. Em mais uma bela jogada, Edmilson aumentou a vantagem que já era grande, 7 a 1. Com o resultado em mãos o Vila, passou a priorizar a posse de bola, em uma jogada construida com muitas trocas de passes, Brunão marcou mais um 8 a 1. Nos últimos 20 segundos da partida Nenê deixou o seu, fechando o placar, 9 a 1.

SETE MARES  1  X  7  VILA SÃO JORGE FUTSAL

 

O Vila São Jorge conquistou mais três pontos na Copa Integração, mantendo a liderança do Grupo ”A”, dessa vez o Vila ´passou pelo Sete Mares, mostrando sua força, demonstrando que novamente pode ser um dos possíveis finalistas da competição.  A primeira etapa, foi marcada pelo desempenho dos goleiros, que conseguiram segurar os ataques em boa parte da primeira etapa, mas aos 19’47 o Vila conseguiu abrir o placar com o seu camisa 10 Vagninho , 0 a 1. A segunda etapa,começou com o Vila pressionando, logo aos 0’30 segundos Vagninho marcou mais um, 0 a 2. E o Vila voltou com tudo pra segunda etapa, Lucas Amparo aos 1’35 e aos 4’22 marcou dois gols aumentando a vantagem do Vila, 0 a 4. Com o domínio da partida totalmente nas mãos do Vila, as oportunidades de ampliar o placar passaram a ser constantes, Lê aos 7’10 marcou mais um para o Vila, 0 a 5. O Sete Mares aos 11’30 com Victor Procopio, marcou o seu único gol na partida, 1 a 5. A equipe do Vila tirou proveito de um erro de ataque do Sete Mares, com um contra ataque fatal, Lê com muita categoria passou pelo goleiro Jhonny e com muito estilo finalizou com uma bela letra, 1 a 6. No apagar das luzes, Soninho com um belo passe colocou Tuta na cara do gol, com muita frieza tocou por debaixo das pernas do goleiro Jhonny, fechando o placar, 1 a 7.

E.C. NOVA UNIÃO  4  X  5  CRUZEIRO MSB 

 

Uma partida de tirar o folego, foi assim do inicio ao fim, Nova União e Cruzeiro, mostraram muita técnica e vontade em uma partida com nove gols, a equipe do Morro São Bento, levou a melhor sobre o Nova União, com um jogo a menos, dividindo a liderança com a Rinaldi com os mesmos 12 pontos, o Nova União segue em terceiro com 6 pontos. A partida começou com mais chances para o Cruzeiro,que não soube aproveitar, em sua primeira chance clara, Betinho em jogada individual, marcou um belo gol,com um chute forte no canto do goleiro Mychel, que não teve tempo de reagir, 1 a 0. O Cruzeiro passou a criar oportunidades, aos 11’40 Matheus Ferreira em jogada pela ala direita, levou para o meio e finalizou, empatando a partida, 1 a 1 . E a virada não demorou, após dois minutos do empate, em jogada ensaiada de falta Lucas Matheus achou Matheus Ferreira no segundo pau, com muito oportunismo só empurrou para o fundo da rede, 1 a 2. A segunda etapa da partida, permaneceu com o ritmo alucinante, as duas equipes seguiam a criar oportunidades e os jogadores de ambas equipes, mostravam muita habilidade com belos dribles. Em jogada de Lucas Matheus, sem vaidade, apenas rolou para Ygor Corte, com muita calma marcou o terceiro gol, 1 a 3. Após um minuto, o cruzeiro em jogada de Kaio que achou Ygor Corte livre que apenas completou, marcando o seu segundo gol na partida, 1 a 4. O Nova União não ficou abalado com o resultado parcial, em jogada de falta Luquinhas rolou e Pedrinho da entrada da área finalizou, Lucas Matheus ainda tentou evitar o gol, porém a bola já havia passado da linha, 2 a 4. Com o placar adverso, o Nova União passou a usar seu goleiro Mota como goleiro linha, em troca de passes, Carlinhos chutou no canto e diminuiu a vantagem, 3 a 4. Como diz o ditado “quem não faz toma”, o Nova União após erro de Lucas Matheus teve chance de empatar, Carlinhos com muito capricho finalizou na trave, voltando a bola as mãos de Mychel ,em seguida saiu o gol mais bonito da rodada, Matheus Ferreira com uma bela ”caneta” em Carlinhos, ainda passou por Pedrinho com o famoso drible ”pulinho”, finalizando forte tirando as chances do goleiro Mota, 3 a 5. O Nova União tentou até o fim, aos 19’34 Luquinhas em um tiro livre diminuiu a vantagem, mais já era tarde, assim ficou o placar, 4 a 5.

 

 

REBOUÇAS 

RESENHA F.C.  3  X  5  VERSALLES F.C.

 

A partida entre Resenha e Versalles, era de suma importância para ambos, o resultado positivo daria vida para a busca de uma vaga na segunda fase da competição, com muito esforço, o Versalles conseguiu a sua primeira vitória, encostando no Porto e Vila Nova. O Resenha começou com mais oportunidades, Renatinho era o mais perigoso do lado do Resenha, com boas finalizações levando perigo ao gol do Versalles. Com seis minutos, em uma feliz finalização, Lennon abriu o placar, 1 a 0 . A segunda etapa, diferente da primeira, foi o Versalles que buscava mais ao gol, após tentar com André de bicicleta, Neto em jogada com Marinho, finalizou com calma e categoria, empatando a partida, 1 a 1 .  Em apenas dois minutos, o Versalles virou o placar com André, 1 a 2. Aos 8’11 fininho finalizou da sua área, para sua surpresa, com a complicação do goleiro do Resenha pra fazer a defesa, acabou empurrando contra a própria meta, 1 a 3.  O Resenha não desanimou, Malinha com uma bela finalização diminuiu a vantagem, 2 a 3. Após um minuto, Coxinha, em jogada individual, deixou seu adversário no chão e com tranquilidade deslocou o goleiro, 2 a 4. Em jogada bem trabalhada pelo resenha, Renatinho achou Rodrigo, finalizando de primeira sem chances para o goleiro Fininho, 3 a 4. No fim da partida, Marinho ainda teve tempo de deixar o seu, selando o resultado, 3 a 5.

OZ NADA  4  X  9  A.R. METROPOLITANO

 

O Metropolitano ganhou vida na competição e briga pela vaga na segunda fase da Copa Integração, com a primeira vitória, a equipe da Praia Grande, encostou na Vahia que hoje é a quarta colocada no grupo ”C”, ficando com apenas um ponto de vantagem sobre o Metropolitano, o Oz Nada deu adeus a qualquer chance de classificação. A partida parecia estar totalmente a favor do Oz Nada, que aos três minutos abriu o placar com Gabriel Messias, em jogada iniciada pelo goleiro Cichello, 1 a 0. O Metropolitano acordou para o jogo, Felipe Willians em contra ataque, iniciado por ele, com grande precisão na roubada de bola, tabelou com Eliel que que deixou Felipe na cara do gol só pra completar e empatar a partida, 1 a 1. A virada não demorou muito, após um minuto do gol de empate, Eliel em jogada de falta, recebeu belo passe de Felipe Willians e ao lado da trave só empurrou pro fundo do gol, 1 a 2. No fim da primeira etapa, Gabiru partiu em velocidade pela ala direita e bateu forte, empatando a partida, 2 a 2. Na volta da segunda etapa, o Oz Nada arriscou com o goleiro linha, Cichello fora do gol, não conseguiu evitar o segundo gol de Eliel na partida,colocando o Metro em vantagem, 2 a 3. E a partida, ainda teria espaço para a estrela de Uryan brilhar, em um minuto e 50 segundos o camisa 5 do Metro, fez o seu hat-trick, deixando sua equipe em ampla vantagem no placar, 2 a 6. O Oz Nada não se abateu com a sequência de gols sofridos, Gabriel Messias, desarmou e partiu sozinho para o ataque finalizando forte no canto do goleiro Marcos, 3 a 6. Em mais uma tentativa de realizar o goleiro linha, o Oz Nada falhou, Witinho roubou a bola e com tranquilidade ampliou o placar, 3 a 7. Aos treze minutos, após troca de passes, Babu achou Gabriel Messias que bateu cruzado, Tiaguinho aproveitou e com um carrinho, alcançou a bola e empurrou,diminuindo o placar, 4 a 7.  Com a partida caminhando para o seu fim, Witinho ainda queria mais, após fazer bela jogada, marcou mais um, 4 a 8. Em mais uma oportunidade, em saída do goleiro linha, o Metro aproveitou, Wellington tabelou com Jefferson e sacramento o resultado, 4 a 9.

 

 

C.F. PORTO  2  X  5  RINALDI F.C.

 

A Rinaldi mostrou sua força diante do Porto e saiu com mais uma vitória, garantindo sua vaga na segunda fase, o Porto mesmo com a derrota, ainda possui chances de classificação, dependendo das próprias forças.  A partida teve um inicio animador pra Rinaldi, Clebão com um tirambaço do meio da quadra, acertou o ângulo do goleiro Matheus Lacerda, que já estava vendido na jogada. Logo após a sua primeira oportunidade, a Rinaldi em jogada pela ala, Terry bateu cruzado e Gabriel Augusto aproveitou a chance, abrindo o placar, 0 a 1. O Porto chegou perto do empate, Tales em jogada individual, cortou para o meio e bateu forte, no caminho a bola teve um leve desvio, o goleiro Bussunda, fez grande defesa impedindo o empate. No minuto seguinte, Tierry tentou passar por Gabriel Augusto com um chapéu, o camisa 12 da Rinaldi, roubou a bola e com um chute de bate pronto, marcou o seu segundo gol na partida, 0 a 2. Na volta para a segunda etapa, o Porto passou a apostar no goleiro linha, Rene deu ótima assistência, Tierry aproveitou a marcou para o Porto, 1 a 2. Logo após o gol do Porto, a Rinaldi voltou a marcar, Marquinhos Yamauti aproveitou o rebote e ampliou o placar, 1 a 3. A partida seguiu com boas chances para os dois lados, aos 14’20, Terry bateu a falta com maestria, aumentando a vantagem, 1 a 4. Restando poucos minutos para o encerramento da partida, Elivelton, com um belo passe de letra, encontrou Foglia, que não pensou, do jeito que a bola veio, o camisa 10 da Rinaldi mandou para o fundo da rede, 1 a 5. Faltando poucos segundos, Cleverson descontou para o Porto, mas não haviam mais chances de reação , o placar ficou, 2 a 5.

 

FOTOS : PASSOU POR DOIS